Mitos da acne e algumas curiosodades

mitos da acne

Vou procurar desvendar alguns mitos da acne neste texto.

A primeira espinha a gente nunca esquece, para alguns garotos significa o início da juventude, já para algumas meninas, é praticamente o final do mundo.

Bom, independente do que elas possam significar para uns e outros, muitos adolescentes acabam se perguntando de onde e por que surgem essas terríveis erupções em nossas faces tão juvenis.

 

 

Mitos da acne

 

Primeiramente, muitos mitos rondam pela internet, nem todos são verdades, mas alguns…

Antes de sair por aí evitando uma série de alimentos, saiba que as espinhas e cravos tem influência hormonal e ainda contam com a predisposição genética.

 

Não é por acaso que as espinhas e cravos são muito comuns na adolescência.

Neste estágio da vida o corpo começa a passar por transformações e tais alterações vão gerando novas reações pelo corpo.

Como por exemplo, o aumento da sebácea que acaba sendo expelida através da espinha.

Logo, a espinha nada mais é que uma maneira de nosso organismo jogar fora aquilo que não presta.

Tudo culpa dos hormônios sexuais.

 

Mas, como sempre tem um mas, é sempre indicado ao jovem consultar um especialista para certificar-se da origem de suas espinhas.

Já que seu aparecimento pode estar relacionados a outras situações que poderiam agravar o problema.

Dentre estes, a genética, alimentação e por aí vai.

Com esses dados em mãos, fica muito mais fácil detectar a origem e achar uma solução.

 

mitos da acne
Mitos da acne

 

Tipos de Acne

 

Outra razão importante para consultar um especialista é o fato de existirem cerca de cinquenta tipos de acne.

Isto é algo que somente o seu dermatologista poderá saber.

A mais comum é a acne vulgar que pode surgir como cravo, espinhas ou até mesmo pústulas.

Em casos mais delicados tais espinhas podem se transformar em furúnculos, cistos ou abscessos, podendo assim trazer cicatrizes em diversos graus.

Cuidado com isso, vá ao médico, ok?

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *